Conheçam Meus Livros

domingo, 15 de julho de 2012

Mágica Além das Palavras



A HISTÓRIA DE J. K. ROWLING
O filme conta toda a trajetória da escritora Joanne Rowling (Kathleen foi o nome do meio que ela adotou na época da publicação do primeiro livro), autora da série Harry Potter. Atualmente ela é uma das mulheres mais ricas da Grã-Bretanha, mas antes de concluir o primeiro livro, chegou a depender de ajuda do governo para sustentar a filha.
É uma história marcada por muitas dificuldades, e, na verdade, a razão de eu ter escolhido este filme para o post é que eu me identifico com a história dela. O fato de ela ficar infeliz em cada um de seus empregos anteriores, tentando a sorte em diversos ramos, querendo parecer uma pessoa normal, para não desapontar a família e os amigos...
Tudo isso parece ser um traço comum àqueles que nascem destinados a escrever. Parece que nada mais é capaz de satisfazê-los, ou deixá-los felizes.
A grande raiz dos problemas destas pessoas é que as editoras atualmente não abrem muito espaço para escritores iniciantes. O motivo disto é, principalmente, o fato de que, devido aos muitos veículos de entretenimento atuais, muitas pessoas perderam o hábito de ler. Conheço pessoas adultas que leram um único livro em toda a vida.
Não acho que os livros algum dia ficarão ultrapassados, sobretudo porque a maior parte dos filmes nasce de algum livro, mas as opções os tornaram menos atraente para algumas pessoas.
É curioso. Eu ando muito de trem e, em meio a cem ou cento e cinquenta pessoas num vagão, eu consigo contar cinco ou seis pessoas que estão lendo um jornal, outras cinco ou seis que leem uma revista durante a viagem, e somente duas no máximo com um livro aberto nas mãos.
É realmente lamentável.
A história da J.K. Rowling é realmente inspiradora. Não acho que o sucesso dela seja fruto unicamente de seu personagem Harry Potter, mas o próprio Harry Potter, sem dúvida, é fruto do talento que já nasceu nas células da autora, é o resultado de sua paixão, sem a qual, nenhum profissional, de qualquer ramo, alcança o sucesso.
Para finalizar o post, acrescento um pensamento particular a respeito do dom da escrita:
“Pode-se ensinar as palavras a um tolo, que por elas não terá apego nenhum. Mas o apaixonado agarra as palavras no peito e as reveste com ouro, transformando sua obra num tesouro imortal.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita.