Conheçam Meus Livros

domingo, 28 de outubro de 2012

Uma Família Ilustre


Eles já tiveram muitos rostos, muitas adaptações, mas sua história permanece a mesma:

- O patriarca é um homem excêntrico e apaixonado por sua esposa, que tem uma incrível obsessão por plantas carnívoras e obras de arte bizarras;

- Seus filhos, como todas as crianças normais, têm o costume de torturar um ao outro com instrumentos afiados e cadeira-elétrica;

- O tio tem uma enorme predisposição a explosivos, que parece ter sido herdada por Simas Finnigan, um dos alunos da Grifinória – misturando propositalmente duas séries famosas;

- A avó, embora uma personagem secundária, tem um vasto conhecimento das artes mágicas e encantamentos;

- O mordomo veio de uma linhagem ilustre de criaturas feitas a partir de pedaços de cadáveres, que ganharam vida graças a uma engenhoca desenvolvida por um cientista alemão;

- O mascote da família foi decepado do Capitão Gancho pelo Crocodilo em uma de suas viagens pela Terra do Nunca;

- E o parente mais próximo viveu durante muitos anos na cabeça de Axl Rose...

Acho que eu fiz uma salada enorme com estes personagens, mas acredito que ficou claro de quem eu estou falando.


Este não seria o mês do Halloween se eu não citasse as pessoas mais apaixonadas por esta festa da ficção. Então vamos lá.

Criados por Charles Addams na década de 1930, os personagens desta família não tiveram nome até que um estúdio de TV decidiu filmar a série. Então, depois de “batizar” suas criações, a série acabou ganhando o nome de seu criador.

A primeira versão, exibida na TV americana entre 1964 e 1966, embora em branco e preto, foi a mais bem feita de todas as adaptações para a televisão. Estrelada por John Astin interpretando Gomez, Carolyn Jones como Mortícia, e Jackie Coogan como Tio Chico, a série teve 64 episódios maravilhosos divididos em duas temporadas, reprisados há não muito tempo pela Nickelodeon.

Depois desta, todas as versões filmadas para a televisão se tornaram cópias genéricas e coloridas, embora com piadas atualizadas, como a versão de 1998, intitulada A Nova Família Addams.
Em 1973, a Hanna-Barbera lançou a série em desenho com 16 episódios, e mais duas temporadas em 1992 e 1993, totalizando 55 episódios, e foi tão boa quanto a série original.




Em 1991, a história ganhou uma versão cinematográfica dirigida por Barry Sonnenfeld, um filme tão bom ou melhor que a série original, estrelado por grandes nomes como Raul Júlia, Anjelica Houston, Christina Ricci e Christopher Lloyd. O sucesso foi tanto que foi feita uma continuação em 1993.





O último longa produzido com os personagens da série, O Retorno da Família Addams, teve um elenco diferente, e foi a mesma cópia genérica das séries de TV.

Para não perder o costume, aqui vai um quadro com a definição dos personagens desta história, mas diferentemente da saga que eu satirizei, os comentários não são gozação, mas apenas uma caricatura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita.