Conheçam Meus Livros

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Galeria Chespirito #3: Da Mesa Quadrada à Medicina



Esse personagem pode ter sido o precursor de muitas séries de sucesso. Se é um assombro saber que House é um médico ranzinza e viciado em drogas e mesmo assim deu certo num programa de TV, o que dizer de um médico velho e ultrapassado, que aprendeu a operar usando como cobaias as múmias do Egito? Um médico, cujo maior atrativo é o fato de ser o mais barato da cidade. Um médico cuja especialidade é cobrar adiantado. Um médico que hoje em dia eu suspeito que seja velho amigo do Félix de Amor à Vida (saudade? Já?), pois se o último salgou a Santa Ceia, o primeiro era conhecido por ter servido bolinhos no mesmo evento. Um médico que, segundo boatos, já era ancião quando o Mar Morto ainda era Mar Moribundo...

Enfim... Acho que já deu para entender, e perceber de quem estou falando.


Mas suas primeiras aparições aconteceram num lugar muito diferente de um consultório médico.

Num passado remoto, o Dr. Chapatin foi âncora no quadro “Os Supergênios da Mesa Quadrada”, ao lado de Maria Antonieta De Las Nieves, Ramón Valdés e Ruben Aguirre. Era o ano de 1970, o primeiro do Programa Chespirito.


Depois de dois anos encabeçando a mesa quadrada, o médico finalmente montou seu consultório, em esquetes de abertura do programa Chapolin Colorado, e às vezes dava suas consultas também antes dos episódios de Chaves del Ocho. E quando as duas séries foram canceladas, ele ganhou um quadro fixo no novo Programa Chespirito, onde ficou firme e forte até o final.


Dr. Chapatin era o único dos esquetes de Bolaños que não tinha personagens fixos, exceto pela enfermeira, geralmente interpretada por Florinda Meza – Maria Antonieta De Las Nieves fez esse papel bem no comecinho do programa, em pouquíssimos episódios.


Dr. Chapatin também foi o personagem que mais passeou pelos esquetes do programa. Ele participou de pelo menos 13 episódios de Chapolin Colorado – incluindo Festa à Fantasia, Ratos e Ratoeiras, Fotos No Museu, Não!, O Mestre dos Disfarces (1992), além de ter apresentado a Conferência Sobre o Chapolin – e do episódio de Chaves Uma Aula de Charuto, onde dançou com as crianças e com o Seu Madruga a icônica canção “Jovem Ainda”.


A última exibição do Programa Chespirito, exibida em 1995, iniciou com o esquete do Dr. Chapatin O Depósito (a terceira versão deste episódio, na verdade).

Os bordões mais famosos do Dr. Chapatin são:

Isso me dá coisas!

Está insinuando que sou velho? [Este seguido pelo outro personagem dizendo “Imagina...” e fazendo alusão a ele estar presente em algum fato histórico extremamente antigo – como ter servido bolinhos na Santa Ceia, por exemplo].

E o clássico momento pastelão do médico era bater em quem estivesse lhe incomodando com seu saquinho de papel. O que havia dentro do tal saquinho é um mistério até hoje. Mas seja o que for, já estava em sua mão quando ele ainda apresentava “Os Supergênios da Mesa Quadrada”, em 1970. Ou seja, é coisa antiga!

Aí a gente faz a conta, percebe que já se passaram 44 anos desde a estreia desse programa, e se dá conta de que esse médico é realmente velho! Talvez aqueles personagens que ressaltaram sua velhice com tantas referências ao longo dos episódios tivessem razão. Dr. Chapatin é peça de museu! Mas como o personagem realmente é incrível e ainda nos diverte com suas reprises depois de todo esse tempo:

LONGA VIDA AO DR. CHAPATIN!

Abaixo, um dos meus episódios favoritos do Dr. Chapatin:

Luz, Câmera e Confusão



3 comentários:

  1. Um dos episódios acima é o do Porca Solta, que inicia com Chapatin e finaliza com Chapolin?

    O"

    ResponderExcluir
  2. Um dos episódios acima é o do Porca Solta, que inicia com Chapatin e finaliza com Chapolin?

    O"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. A foto com a Florinda, você fala? É do esquete "O Médico é Um Assassino", de 1976, que antecede o episódio "Morte Ao Chapolin".

      Excluir

Obrigada pela visita!
E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita.