Conheçam Meus Livros

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Entre Vampiros e Lobos



E aqui começa mais um capítulo da fantástica história de Bella Swan, a garota profana que não consegue se decidir entre necrofilia e zoofilia.
Este talvez tenha sido o filme que mais se adequou ao livro, mas como nos filmes tudo parece meio escrachado, vamos aos pontos:


A primeira cena nos deu a ilusão de um filme de ação policial. Um rapaz, até então desconhecido, fugindo de uma sombra indefinida que ameaça atacá-lo, o que de fato faz com uma mordida na mão. E tudo o que vemos do agressor é um borrão.


Então, do clima tenso de Seattle, o filme nos leva a uma cena melosa na clareira, onde Edward refaz o pedido de casamento, Bella tenta negociar sua transformação, e eles fazem sua primeira atuação com o mínimo de química que se espera de um casal protagonista.
 
Abre-se o leque para um pequeno mistério policial, com a menção de desaparecimentos em Seattle, só para manter o clima de suspense no ar.


Aqui a coisa se divide em duas partes: Edward leva Bella para visitar a mamãe, uma despedida quase bonitinha, enquanto Victória, a vampira ruiva que passou por uma cirurgia plástica desde sua última aparição em Lua Nova e ressurgiu com o rosto de boneca de Bryce Dallas Howard, é caçada, de um lado da floresta pelos Cullen, e do outro lado pelos lobisomens, com incríveis cenas de salto dignas de um bom videogame, e consegue fugir graças à burrice de Emmett que resolveu brincar de rosnar com um dos lobos.

De volta à Forks, Jacob provoca um desentendimento entre o casalzinho enjoativo, e leva a mocinha na garupa da moto. Aí a gente começa a ter aquela expectativa sobre um pouco de emoção, uma traição sórdida, mas as coisas neste romance nunca vão tão longe. Ele apenas a leva até a reserva, para uma conversa na garagem onde alguém da produção deveria ter prendido a câmera num pedestal. Enquanto Jacob fazia o discurso sobre imprinting, a imagem não parava de tremer.

Francamente Charlie, que espécie de chefe de polícia você é? Forks precisa melhorar o policiamento. Onde mais um cara entra na casa do chefe de polícia (invasão de domicílio), rouba uma jaqueta da filha dele (furto), cogita um assassinato (intenção se enquadra em tentativa de homicídio?), e sai impune?


Até a chegada de Edward, sabe-se lá em que momento desta cena, porque pela escuridão no quarto de Bella, Riley entrou durante a noite – e a mocinha não estava na cama; Charlie, verifica isso aí! –, Charlie estava dormindo no sofá – mais uma evidência de que era noite –, Riley olhou para a porta enquanto cogitava atacar Charlie, Bella entrou rodeada por raios solares, e Charlie estava de pé. E nós ficamos com aquela dúvida: afinal, era noite, era dia, Charlie estava dormindo ou estava acordado...? Se uma coisa não tem nada a ver com a outra, o que deteve Riley? Por que ele não atacou o Charlie? Mais uma cena para o hall dos momentos não explicados by David Slade. Saga Crepúsculo é isso: muda o diretor, mas as incoerências são sempre as mesmas!

Edward sente imediatamente o cheiro de vampiro na casa de Bella, corre ao quarto dela – Charlie parece ignorar novamente, mais uma evidência de que estamos diante de três cenas diferentes que, na edição, foram colocadas fora de contexto –, e vai direto ao primeiro objeto que Riley tocou: o amuleto espanta-pesadelo que Jacob deu para Bella em seu aniversário. Alguém, por favor, leve o nariz do Edward para o CSI, acho que vai ser bem útil lá.

Então, os Cullen se reúnem para decidir o que fazer. Alice não sabe dizer quem está por trás disso, se Victória ou os Volturi, porque ambos estão caçando Bella, e estão escondendo suas decisões do futuro previsível. Cogitam pedir ajuda aos lobisomens, o que pode ser complicado devido a sua antiga rivalidade... E como veem, Bella sozinha atrai mais confusão do que o último brigadeiro numa festa de crianças!


Na hora de deixá-la aos cuidados de Jacob, Edward lhe dá um beijo só para fazer ciúme, e Jacob revida com um abraço bem apertado... e sem camisa! Vingança é um prato que se come quente, se é que me entendem...


Jacob leva Bella para ouvir as histórias da tribo ao redor de uma fogueira, e Billy conta sobre o primeiro lobisomem, um ancestral direto do Jacob que, ao se ver diante do vampiro mais velho do mundo – este é um comentário pessoal –, foi tomado por algum tipo de magia e assumiu a forma de um lobo para matá-lo. Então quando a companheira dele vai se vingar da tribo, a terceira esposa do chefe faz um heroico sacrifício para distraí-la.



É Jasper quem mata a charada sobre o exército de recém-criados. Notaram como o cabelo dele cresceu desde o último filme? Pensei que o cabelo dos vampiros não crescia. Mas Esme tingiu o dela duas vezes durante a saga, então, deixa para lá...



A cena mais romântica da saga vem agora, quando, durante outro passeio – Edward, fica de olho! –, Jacob faz uma linda promessa à Bella: “eu vou lutar por você até o seu coração parar de bater”. Jake definitivamente tem as melhores falas do filme.

E como se isso não bastasse, ele decide arriscar a vida mais um pouquinho com um beijo roubado. Alguém disse uma vez que depois que Eva comeu a maçã nenhuma mulher é pega completamente desprevenida, e pela reação de Bella, ela estava pedindo por isso! Um soco sem a mínima força, e ela quebra a mão... Eu vi tapas mais convincentes da Dona Florinda no Seu Madruga, e tem gente que ainda me pergunta por que eu duvido tanto do talento da Kristen Stewart! Ainda bem que o sogro é médico... E não dá a mínima se o filho levou um chifre!

Agora Bella e Rosalie têm uma coisa em comum: a peruca! Se não acredita em mim, verifique as curiosidades sobre o filme em qualquer lugar da internet. Se bem, que eu não acho absolutamente necessário. É visível!



O mundo dos vampiros ruindo e os Volturi assistindo tudo de camarote, sem mover um dedinho sequer.


Finalmente a insuportável Jessica diz algo que preste no discurso de formatura. Ainda não entendi como foi que, em meio a toda a inveja por Bella ter fisgado o Edward, e por Mike gostar mais da Bella, Jessica arrumou tempo para ser oradora da turma. Enfim, vamos viver com o milagre da única cena em que não tive vontade de matá-la.



Na plateia, Sr. e Sra. Cullen. Se Jasper deixou o cabelo crescer, a figurante Esme fez questão de aparecer com um visual diferente a cada filme. Os vampiros também são modernos!


Festança na casa dos Cullen. Para decepção do público – minha, principalmente –, não acabou em sangue! Eu tinha esperança de ver “O Massacre dos Formandos Na Residência dos Vampiros”. Parece título de filme ruim... Mas vamos nos concentrar em um desastre por vez.

Jacob e dois lobisomens apareceram de penetra para que ele desse um bracelete com um pingente de lobo para sua queridinha como presente de formatura, e para que eles pudessem opinar sobre o destino dos recém-criados. Que senso de oportunidade! Então, depois de tudo acertado, vampiros e lobos vão lutar juntos. “Jacob, você não sabe no que está se metendo”, disse a garota tonta, como se ela soubesse de alguma coisa.

Depois vão todos para a floresta brincar de Street Fighter.


Agora Esme está com o cabelo preto. Em algum momento entre as confusões que Bella arrumou desde o primeiro filme, ela encontrou tempo para pintar o cabelo duas vezes! E eu nem sabia que existia uma tintura capaz de se fixar ao cabelo morto dos vampiros. Se alguém souber qual é me avisa, vou indicar para a minha tia. Se funcionou com uma vampira, deve cobrir os cabelos brancos de uma humana também, né.

A maçaroca no cabelo de Bella tira qualquer dúvida sobre o uso de uma peruca neste filme. Alguém pode doar um pente para a produção de Eclipse? Obrigada... 
Jasper assume a liderança e começa a explicar as regras do jogo. Notem que esta é a primeira vez que ele não está com cara de assustado!

Hora das cenas mais interessantes do filme: o ensaio da luta.

Que momento romântico entre Bella e seu novo bichinho de estimação. Fez até carinho no pelo do Jacob.


Enfim, conhecemos a história de Jasper, vemos suas mordidas – que, se o diretor seguir o livro, deformarão todo o seu rostinho lindo no último filme. Não é novidade. É que Bella não conseguia ver isso com seus limitados olhos humanos –, e descobrimos que Victória não é nenhuma vilã original, ao conhecermos a patética ex-namorada do Jasper, Maria. Enfim, Alice aparece e vinga o mundo inteiro ao fazer Bella segurar uma velinha básica.

É preciso um sonho idiota para Bella descobrir a América, ao perceber que o exército de recém-criados é fantoche da inescrupulosa, mas não tão esperta, vampira ruiva.

Para alegria de Jacob, e felicidade geral da nação que implorava por mais exibições daquele abdômen sarado, ele carrega Bella nos braços pela floresta, para testar a teoria de que cheiro de cachorro pode camuflar o cheiro de uma humana com o sangue entupido de algum tipo de droga que os vampiros curtem pra caramba. No caminho ele aproveita para fazer a sugestão sutil de um triângulo amoroso.




Em seguida vemos a cena mais engraçada do filme: Bella não é muito perspicaz com suas perguntas sobre casamento, Charlie supõe que ela esteja grávida, ou desconfiada disso, e ela, completamente embaraçada – no limite que sua única expressão no filme todo permite –, admite que é virgem. E eu me pergunto se tem alguém de Capricórnio no elenco...
Na cena seguinte, uma prova de que os pais precisam ter mais cuidado com o que dizem aos filhos. Se Charlie não tivesse tocado no assunto, talvez Bella não tivesse ficado tão entusiasmada com a ideia de roubar a “virtude” do Edward. Tenho a impressão de que esses dois estão fazendo papel trocado nessa novela. Geralmente não é o cara que tenta levar a mocinha pra cama?



Uma das provas de incoerência neste filme é que a cena acontece num quarto que pareceu muito menor no primeiro filme, mas que com certeza foi pintado com fermento Quaker e cresceu o suficiente para caber uma cama enorme com dossel...


Agora é o Edward quem engasga para falar, ao pedir Bella em casamento... de novo! Não bastasse a agonia na voz, ele ainda faz cara de quem está no corredor da morte. Pelo menos o anel é bonito...

Até o Jacob está de saco cheio do velho enredo “um monte de vampiros querendo matar Bella”. Gente, façam um exame, porque deve ter cocaína no sangue dessa garota! É sentir o cheiro, todo mundo ignora os outros 3.120 habitantes de Forks e só querem o sangue dela!

Diz a lenda que, mesmo se você for uma garota sem graça, mas tiver açúcar no sangue, e estiver congelando na barraca com um vampiro, aparece um lobisomem sarado para te esquentar. (Mais tarde eu volto, vou comprar açúcar... Alguém me empresta uma seringa?)

Edward e Jacob agora são amiguinhos, e tricotam enquanto Bella finge que está dormindo nos braços do lobisomem... É isso, ou estava rolando um flerte entre os dois - Edward e Jacob, quero dizer.

Jacob descobre sobre o casamento da forma mais rude possível. E a garota sem graça ensaia a cena que protagonizaria tempos depois com o diretor de outro conto de fadas. Convenhamos, ela tem muito mais química com o Jacob do que com o Edward. Sem aquele papo de times, por favor!

Mesmo assim, não resolveu nada pagar de periguete, ele foi pra briga do mesmo jeito. E Edward se conforma perfeitamente com o chifre, já que ela admite que o ama mais do que ao Jake. Queridos, triângulo amoroso só funciona com Aline, Pedro e Otto, não adianta querer copiar!

Finalmente começa a luta. Eu esperava mais sangue! E enquanto os recém-criados distraem os Cullen, Edward e Victória colocam o papo em dia no alto da montanha. Gente, menos conversa e mais luta, por favor!




Para quem conhecia o Edward tão bem, Victória caiu direitinho no jogo psicológico dele. Finalmente Edward tem sua cena de herói da história, numa luta corpo a corpo com a vampira ruiva, e Bella também tem sua chance de posar de heroína ao cortar o braço para distrair a vampirada.



Enfim, depois de destroçá-la como uma boneca, Edward ateia fogo em Victória.

Alguém se lembrou de atear fogo no Riley? Melhor verificar, porque vai que ele ressuscita, a gente vai ter que aturar o sexto capítulo dessa palhaçada, “A Vingança do Fantoche Traído”...



Perderam a melhor parte da festa. Foi uma luta excitante, que durou três tomadas, deixou um monte de corpos queimados e uma garotinha insignificante escondida atrás dos Cullen... Pelo menos Jane podia ter dado à Bree a chance de responder suas perguntas...
 


“A data já está marcada”, disse Bella sobre sua transformação como se fosse uma cerimônia solene.

Finalmente paz entre os Cullen e os Quileute. Ou pelo menos entre Carlisle e Billy, ainda que seja só uma trégua por causa do desespero, e a necessidade de um médico que não estranhe a temperatura corporal dos lobisomens.

Jacob está com os ossos quebrados e ainda queria ver um vampiro corno furioso com ele... Cadê o juízo desse cara? Evaporou quando virou lobisomem?

Mais uma cena romântica entre Bella e Jacob. Ele vai esperá-la, talvez até depois de seu coração parar de bater. Meio exagerado, meio masoquista, mas combina com a história.


E a data escolhida é 13 de agosto, um mês antes do aniversário dela. Vai deixar Alice cuidar dos preparativos para o casamento, e Edward ainda tenta fazer Bella desistir da transformação. Aí eu me pergunto: se ela desistisse, o que eles fariam com os Volturi?

Então ela faz seu discurso mais sensato em toda a história da saga, dizendo que sempre se sentiu fora de contexto, literalmente tropeçando pela vida, não se encaixa neste mundo... Concordo plenamente, demita-se do filme e dê a vaga para alguém com mais talento!

Reparem como Edward está bronzeado nesta última cena. Esqueceram a maquiagem, ou colocaram no filme uma cena do ensaio?



No último minuto, com uma das poucas cenas em que Bella destila algum sarcasmo, ela sugere que contar ao Charlie que ela e Edward vão se casar seja mais difícil e perigoso que o próprio casamento. Gozado, nunca vi ninguém se machucar casando... Se bem que, com os dois pés esquerdos de Bella, melhor não arriscar colocá-la em cima de um salto e dentro de um vestido longo ao mesmo tempo!



Então o Senhor dos Anéis tira do bolso o seu Precioso... digo, digo... Quando foi que Edward pegou o anel de volta para recolocar no dedo dela agora?

Ah, deixa isso pra lá! Logo vai Amanhecer de qualquer modo...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
E já que chegou até aqui, deixe um comentário ♥
Se tiver um blog, deixe o link para que eu possa retribuir a visita.